Dermoneuromodulação

Téc­nica de­sen­vol­vida pela ca­na­dense Diane Jacobs, aborda o sis­tema ner­voso cu­tâ­neo e pe­ri­fé­rico atra­vés de es­tí­mu­los nos re­cep­to­res pe­ri­fé­ri­cos (pele e sub­cu­tâ­neo), que trans­mi­tem in­for­ma­ção ao cé­re­bro pro­vo­cando uma sé­rie de mu­dan­ças nos te­ci­dos e nor­ma­li­za­ção do me­ta­bo­lismo do te­cido neu­ral em dis­fun­ção.

A abor­da­gem pro­posta pela DNM é ex­tre­ma­mente útil em pós‐operatórios de ci­rur­gias plás­ti­cas, uma vez que os ner­vos cu­tâ­neos – e às ve­zes os pe­ri­fé­ri­cos – são aco­me­ti­dos pelo dano te­ci­dual cau­sado pela ci­rur­gia e/ou pela pre­sença de fi­bro­ses e ade­rên­cias de­cor­ren­tes do pro­cesso de re­paro te­ci­dual.